Minha infância, minha vida, meus amores e dores; minhas idéias e meus ideais; idéias alheias, conversação entre sorrisos e lágrimas, tudo contado de uma maneira gostosa e com uma pitada de bom humor por uma pessoa FELIZ!

sábado, 15 de maio de 2010

Convidando uma mulher para jantar! Parte II



continuando....

Dia seguinte.


É hoje seu grande dia.


Quando vou sair com alguém, faço questão de dar uma passada na academia no dia, para malhar desumanamente até quase cuspir o pulmão.
Não, não é para emagrecer, é para deixar minha bunda e minhas pernas enormes e durinhas (elas ficam inchadas depois de malhar).


Geralmente, o Ruela não comunica aonde vai levar a gente. Surge aquele dilema da roupa. Com certeza você vai errar, resta escolher se quer errar para mais ou para menos. Se te serve de consolo, ele não vai perceber.

Aliás, ele não vai perceber nada. Você pode aparecer de Armani ou enrolada em um saco de batatas, tanto faz. Eles não reparam em detalhe nenhum, mas sabem dizer quando estamos bonitas (só não sabem o porquê).

Mas, é como dizia Angie Dickinson: 'Eu me visto para as mulheres e me dispo para os homens'. Não tem como, a gente se arruma, mesmo que eles não reparem.




















Escolhida a roupa, com a resignação de que você vai errar, para mais ou para menos, vem a etapa do banho. Depois do banho e do cabelo, vem a maquiagem.

Nessa etapa eu perco muito tempo. Lá vai a babaca separar cílio por cílio com palito de dente depois de passar rímel.

Depois vem a hora de se vestir. Homens não entendem, mas tem dias que a gente acorda gorda. É sério, no dia anterior o corpo estava lindo e no dia seguinte...
LEITOA!


Não sei o que é (provavelmente nossa imaginação), mas eu juro que acontece. Muitas vezes você compra uma roupa para um evento, na loja fica linda e na hora de sair fica uma m...

Se for um desses dias em que seu corpo está uma m... e o espelho está de sacanagem com a sua cara, é provável que você acabe com uma pilha de roupas recusadas em cima da cama, chorando, com um armário cheio de roupa gritando:

'EU NÃO TENHO ROOOOOUUUUUPAAAA'.

O chato é ter que refazer a maquiagem. E quando você inventa de colocar aquela calça apertada e tem que deitar na cama e pedir para outro ser humano enfiar ela em você?

Uma gracinha, já vai para o jantar "lacrada a vácuo". Se espirrar a calça perfura o pâncreas.
Ok, você achou uma roupa que ficou boa. Vem o dilema da lingerie. Salvo raras exceções, roupa feminina (incluindo lingerie) ou é bonita, ou é confortável.

Você olha para aquela sua calcinha de algodão do tamanho de uma lona de circo. Ela é confortável. E cor da pele. Praticamente um método anticoncepcional. Você pensa 'Eu não vou “dar” para ele hoje mesmo, que se fooo..'.

Você veste a calcinha. Aí bate a culpa. Eu sinto culpa se ando com roupa confortável, meu inconsciente já associou estar bem vestida a sofrimento.

Aí você começa a pensar 'E se mesmo sem “dar” pra ele, ele pode acabar vendo a minha calcinha'...


















Vai que no restaurante tem uma escada e eu tenho que subir na frente dele... se ele olhar para essa calcinha, broxará para todo o sempre comigo...'.

Muito p... da vida, você tira a sua calcinha amiga e coloca uma daquelas porras mínimas e rendadas, que com certeza vão ficar entrando na sua bunda a noite toda.
Melhor prevenir!!!

continua...

Bjs no coração!

Nilce




11 comentários:

Lilian disse...

kkkkk... é exatamente assim mesmo!!!!!
espero anciosa a continuação viu!

Trocou a sua foto do perfil e tá linda!!!
Gosto do seu sorriso,parece primavera!
Estou passando aqui para retribuir sua visita em meu blog!
Obrigado por comentar!
Uma das melhores formas de transmitir motivação e ser motivado é dar e receber elogios.
Sua presença em meu blog me deixa sempre feliz!!!
Um ótimo dia para você.

lolipop disse...

Olha Nilce, vim aqui de propósito para ler a continuação, e não me arrependi.É o universo feminino desnudado. Cómico-trágico!
Vou voltar para a terceira parte...e vou adicionar seu blogue á lista de blogues amigos do Banzai.
Espero que me visite...
Beijos

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

hahahahah essa série é um sarro.
Mas vai falar q eh mentira? rs.

Uma boa semana pra vc, Nilce! Fica com Deus, amiga querida

José Sousa disse...

Bonito, bonito...Gostei muito, não só de seu blog, mas também do que escreve. tem muita coisa que me revejo nelas.
Siga os meus, tem de tudo e alguma poesia de minha autoria. Vá para:
www.congulolundo.blogspot.com
www.queriaserselvagem.blogspot.com
Um forte abraçõ

Marliborges disse...

Olá Nilce, gostou do poema "O ron-ron do gatinho"? quer dizer que é gatomaníaca? Bem vinda ao clube.

Estou gostando de seus posts seriados. Fica bem legal. Ótima idéia. Um beijo grande amiga.

Nilce disse...

Lilian, querida,
brigada pela gentileza. Estarei por lá sempre, pode deixar.

Bjs no coração!

Nilce disse...

Lolipop
Obrigada pelo carinho.
Vou passar por lá sim, aliás já dei uma olhada e gostei muito.

Bjs no coração!

Nilce disse...

Ale, amigo querido.

Bem que tentei postar os dois últimos hj, mas como estive no hospital ontem, começava a postar e dormia, eheh
Tudo verdade, vc tem toda razão.

Bjs no coração!

Nilce disse...

Jose Sousa

Muito obrigada.
Vou passar por lá, sim, pode deixar.

Bjs no coração!

Nilce disse...

Marli

Minha gata Mila, só falta "entrar dentro de mim" como diz minha filha. Quando estou doente, ela sabe. Agora, por exemplo, tá aqui do meu lado dormindo, bem tranquilinha.

Bjs no coração!

cantinho she disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
muuuuuuuuuuuuuuuuuuito bom! Bjo!