Minha infância, minha vida, meus amores e dores; minhas idéias e meus ideais; idéias alheias, conversação entre sorrisos e lágrimas, tudo contado de uma maneira gostosa e com uma pitada de bom humor por uma pessoa FELIZ!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

A importância do diálogo na família.

 


Oi meus amigos.
Fiquei a maior parte do dia de ontem sem comunicação. Um tempo sem luz, outro sem net e outro sem conseguir abrir os blogs. Se não consegui chegar ao seu, logo estarei por aí.  Reclame que eu vou. rsrs
Com a proximidade do Natal, tempo de união, trouxe um texto para refletirmos juntos. 

Não sou mais virgem!

“A família jantava tranqüila quando, de repente, a filha de 11 anos comenta:
- Tenho uma má notícia... Não sou mais virgem! Sou uma vaca! E começa a chorar visivelmente alterada, com as mãos no rosto e um ar de  vergonha.
Silêncio sepulcral na mesa.
De repente, começam as acusações mútuas:
- Isto é por você ser como é, diz o marido dirigindo-se à mulher:
- Por se vestir como uma puta barata e se arreganhar para o primeiro imbecil  que chega aqui em casa. Claro que isso tinha que ocorrer, com este exemplo que a menina vê todo dia!
- E você, diz o pai apontando para a outra filha de 19 anos, que fica se agarrando no sofá e lambendo aquele palhaço do teu namorado que tem jeito de viado.
- Tudo na frente da menina!
A mãe não aguenta mais e revida, gritando:
- E quem é o idiota que gasta metade do salário com as putas e se despede  delas na porta de casa? Pensa que eu e as meninas somos cegas? E, além disso, que exemplo você pode  dar se desde que assinou esta maldita TV a cabo, passa todos os finais de semana assistindo a pornôs de quinta categoria e depois se acaba em “p*********”, com direito a todos os tipos de gemidos e grunhidos?
Desconsolada e à beira de um colapso, a mãe, com os olhos cheios de lágrimas e a voz trêmula, pega ternamente na mão da filhinha e pergunta baixinho:
- Como foi que isso aconteceu, minha filha?
E, entre soluços, a menina responde:
- A professora me tirou do presépio! A Virgem agora é a Vanessa, eu vou fazer a vaquinha”.
recebi via e-mail

Este texto é apenas um fato que poderia estar acontecendo em qualquer lar de qualquer classe social. Antes de saber do fato real,  os pais já entraram em conflito e a roupa suja foi jogada em cima da mesa de jantar, lugar sagrado onde uma família se reúne, muitas vezes uma única vez ao dia.
O diálogo tem uma importância marcante no relacionamento familiar. Quando não há diálogo, as dúvidas e as incompreensões vão, pouco a pouco, destruindo a unidade da família.
É preciso dar tempo, dar atenção, dar valor, respeitar, saber ouvir e, sobretudo, dar muito carinho.
Como você vê a importância do diálogo num relacionamento familiar?

Bjs no coração!




37 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Na minha família de pai, mãe e irmão, nunca teve diálogo. É sempre um monte de fofocas por trás que me cansa. Acho que o dialogo de peito aberto resolve muita coisa.

Beijocas

ValeriaC disse...

Realmente vergonhoso querida...e infelizmente é a situação anárquica de muitas familias por aí...onde o diálogo não existe.
A responsabilidade dos pais em serem os melhores exemplos para seus filhos inexiste.
É preciso repensar a importância do verdadeiro diálogo em família, para que ele seja reflexo primeiramente de amor e com ele venha o respeito, enfim todos os valores que façam de cada um pessoa, o melhor ser humano que possa ser.
Tenha um lindo dia...beijinhos
Valéria

Leci Irene disse...

bom dia, menina! Realmente, a gente vai logo fazendo acusações sem antes fazer as devidas perguntas! E isto já está fazendo parte de todas as familias... parece que ninguém tem mais tempo para parar, pensar, perguntar, ouvir...

Chica disse...

Muito boa essa mensagem e é tri importante mesmo! beijos,tudo de bom,chica

Beatriz - Jubiart disse...

Minha amiga, acredito que essa cena descrita tão cruamente é mais comum do que podemos imaginar...Sou uma afortunada, na minha família base, apesar dos meus país não terem recursos, diria que "culturais", eram autodidatas, sem grandes formações, mas foram fantásticos! Meu pai faleceu este ano, em fevereiro, véspera de completar 45 anos de casado. A minha família atual é um "juntamento" do 2º casamento, em que o nosso temporão de 05 anos uni todos através de laço de sangue e de afetos.
Oro sempre para o ser supremo dar luz para essas pessoas encontrarem o caminho do diálogo e do exemplo.
Assunto muito pertinente para época natalina...

Bjs neste coração ternura.

Sonia Beth disse...

Eu penso que para haver diálogo é preciso honestidade... cada um se responsabilizando pelo que fez evitando mentiras, críticas e mais confusões. Não é fácil dialogar! O verdadeiro diálogo depura.

beijocas, amiga.

Néia (Dulci) disse...

Nilce o diálogo é tudo, saber conversar e saber ouvir. Aqui em casa sempre tivemos esse hábito, assim superamos muitas vezes as dificuldades inerentes de uma família.
Beijos

lolipop disse...

Nilcinha, amiga querida...
Tive que rir com a história, mas vc tem razão, é um bom exemplo da ausência de comunicação no seio familiar.
Excelente!
BEIJOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Iram M. disse...

Já deixei muitas coisas boas passarem por minha vida e não aproveitei por falta de diálogo, mas agora isso mudou, mesmo que a pessoa não esteja a fim, eu falo, falo, falo e ela acaba me escutando. Virei bocão. Falo mesmo!

Beijo Nilcinha fofa!

Iram

Carla Farinazzi disse...

Nilce,

Realmente, através do diálogo franco e aberto chegamos ao melhor do relacionamento. Sem conversas, entendimento, paciência, não se chega a lugar nenhum. Mas hoje em dia está meio difícil, vejo algumas famílias que raramente se encontram, que dirá dialogar...
Paciência, na minha opinião, é uma das mais importantes virtudes do convívio familiar.

Beijos

Carla

Misturação - Ana Karla disse...

Diálogo é a ponte para os esclarecimentos e a boa convivência.
Como nos dias atuais o diálogo em casa, está cada vez mais escasso, por causa da moda do corre-corre, e ninguém senta junto para se alimentar,, então é importante que as refeições sejam feitas na mesa, com todos juntos e sem nenhuma TV ligada, dando espaço para boas conversas, relatar o dia, assim uma oportunidade de comunicação.

Aqui em casa, fazemos todas as refeições juntos.
Com exceção de meu marido, que não almoça em casa, mas senta-se para o café da manhã e a noite esperamos sempre por ele para jantar-mos.

Engraçado, que as vezes, há colegas dos meninos por aqui, na hora das refeições, e eles estranham o fato de sentar-mos a mesa. Sempre comentam: "na minha casa a gente come no sofá"

Então Nilce, seu assunto foi de extrema importância, para que todos possam refletir e analisar seus costumes.

Xeros

MAQUIAGEM EH TUDO !!! disse...

Oi minha rainha...saudades.Desculpa demorar p voltar tah...sabes bem o q to passandooo!!!
Sabe aki em casa naujm rola diálogo!!! Engraçado encontrei no seu perfil uma frase de um livro q usei em minha monografia do segundo grau e nunca mais esqueci. "Td problema tem solução....se naum tiver solução naum eh problema..."
vc lembra o nome do autor???
Obgd pelo carinho lah no blog viu!!
bjks, Vanessa

Pepi disse...

Adorei o texto, Nilce
A falta de valores e comunicação é grande, hoje em dia...
Tenha uma bela tarde e
um beijinho de
Verena e Bichinhos

Jaque ઇ‍ઉ disse...

Acredito que o diálogo em casa sempre foi o mais normal possível. Como éramos somente minha mãe, eu e minha irmã tinhamos total liberdade pra falar tudo o que pensavamos. Aliás, essa era uma grande vantagem de sermos somente nós em casa. Liberdade total :)

Beijo amiga!

Nira disse...

Já tinha lido esse texto antes, em outra ocasião e acho muito pertinente sua colocação. Excelentes palavras e convidam-nos a uma reflexão. Obrigada!

kekel - Márcia Raquel disse...

Tenho dois meninos (bom, agora são homens heheeh) e sempre os eduquei na base da conversa. Foi tão simples falar de masturbação, sexo pela primeira vez, os problemas das drogas e alcool. Meu mais velho fumou cigarro, meu caçula experimentou maconha e eu soube por eles. Em vez de gritar, espernear...simplesmente conversamos. Que bem as drogas e alcool trariam para eles?
Assim se faz uma família, com conversas sinceras e vindas do coração. Enfrentamos muitos problemas é claro. Brigamos tb, mas sabemos nos acolher no momento certo.
Família é a base! Quando as pessoas se tocarem disso, talvez a coisa mude.

Amei o post!

Beijos no seu coração

www.aspalavrasquemedefinem.blogspot.com
www.quemmoradentrodemim.blogspot.com

António Rosa disse...

Nilce

Mensagem importante e para doer. Afinal era coisa do presépio de Natal.

parabéns, gostei.

beijos

António

Michele disse...

É preciso ter calma e ouvir, antes de qualquer coisa! Só depois então tirar as conclusões, pensar no que é melhor, aconselhar. E é preciso, principalmente, honestidade entre as pessoas da família. Nesse caso, por exemplo, como cobrar boa conduta se todos fogem da moral.

(achei engraçado o texto! rss)

Um beijo, Nil!

Lola disse...

Ai Nilce...euri! kkkkkkkkkk

Mas vc está certa! Mesmo sendo o texto muito engraçado, ele ilustra perfeitamente o "não ouvir" que a maioria das pessoas estão habituadas! Todo mundo se esquece que temos uma boca só e dois ouvidos por uma razão né??? Enfim, quanto mais diálogo com cada um ouvindo corretamente o outro, melhor.

Bjs

@Flafli disse...

Oi Nilce! Estive sumida, mas cá estou!
Então... na minha família sempre teve diálogo. Sempre tive abertura, principalmente com a minha mãe. Não consigo pensar na construção de uma família diferente disso!

Beijos!

manuel marques disse...

é caso par dizer,rir da história para não chorar.

Post *****.

Beijinho minha querida.

HSLO disse...

O diálogo é super importante, principalmente entre pai e filho. Sempre comento com algumas amigas que tem filhos, sobre a necessidade do diálogo, como melhor forma para entender o que se passa e os problemas que os filhos estão passando.


boa postagem.


abraços
de luz e paz

Isa Mar disse...

Oi Nilce, o diálogo é importante em qualquer situação.
Aqui em casa frequentemente conversamos sobre tudo, o que passa na mídia e também o que acontece no colégio, no contato com os amigos enfim...são grandes oportunidades pra se analisar comportamentos e rever conceitos
Beijos no coração!

AVOGI disse...

por vezes a falta de diálogo é a causadora de maus tratos
aliás é sempre a causadora de maus tratos
kis :=) daqui de além-mar

AVOGI disse...

NIlce posso usar este texto mas abreviado no meu blogue???
achei tao engraçado que gostaria de usar mas em género de anedota
posso???

Mariana disse...

A base familiar é tudo na vida na formação dos seres humanos.
E esta histórias, só o diálogo é difirente d mts q acontecem nos lares nest mundo afora.

orvalho do ceu disse...

OLá, querida
E como isso acontece!!!!
Um querendo se eximir da responsabilidade e o outro idem...
Ouvir é arte a ser praticada... a gente vai logo gritando sem ter ciência do fato por completo...
Bela mensagem,menina!!!
Bjs de boa noite

Lívia Azzi disse...

Ah! hahaha!! Muito bom ficar com o papel da vaquinha do presépio!

Por isto que Nietzsche dizia assim: "Não existem fatos, apenas interpretações"!

Beijos, beijos!!

Marli Borges disse...

Nilce,
Esse é o verdadeiro "rir pra não chorar". Muito bom esse texto, dá ótimas reflexões. Mas, a bem da verdade, a falta de diálogo é mais comum do que a gente pensa. Lamemntavelmente. Bjsssssss

soporagora disse...

Aaaaa... Mas aí a menina se expressou mal, né? Ela disse "não sou mais virgem". Deveria ter dito "não sou mais a virgem" rsrrsrsrs....
Beijo na alma e bom fim de semana, Nilce!

Lu disse...

Oi Nilce
desculpe a demora para dar sinais de vida, mas estavamos em adaptacao, hehe. Vc tem o telefone da minha mae ainda?
A Iram te mandou um presentinho. Esta comigo. Eu nao tenho seus numeros, se puder me liga.
Bjs
Lu

Cantinho She disse...

Nilcinhaaaaaaaa, eu sei que o assunto é super sério e importante, mas não aguentei não, me acabei de rir aqui...kkkkk Muito bom!
Beijo, beijo e SHEirinhos! ;)
She

pensandoemfamilia disse...

Oi querida
Tema muito importante e que mais encontro no consultório (falta de diálogo) . A comunicação que se dá em vários níveis não só através das palavras, mas principalmente dos sinais de atitudes.

Obrigada por vc estar sempre visitando omeu espaço e deixando seus comentários.
Vc é muito bem vinda.
bjs

Denise disse...

O que mais acontece hoje em dia é isso, uma pena.

É essencial toda familia ter diálogo, através dela podemos lidar de uma forma mais clara e fácil os problemas. E sem isso não temos base para se formar os valores.

Bjinhos!

Irene Moreira disse...

Nilce

Amiga muito bom posts e serve de exemplo para muitas famílias.

Deixei anotadinho esse posts porque é muito importante divulgar.

Beijos no seu coração

Lúcia Soares disse...

Nilce, o propósito desse texto era ser engraçado, mas veja bem o que ele encerra de importante!
É um alerta para tanta gente, não?
O diálogo é indispensável, reuniões onde conversas sejam francas.
Muito triste pais que se acusam mutuamente, que acusam filhos,que se desrespeitam o tempo todo!
Tem lá sua graça, sim, mas também é ótima lição.
Beijo!