Minha infância, minha vida, meus amores e dores; minhas idéias e meus ideais; idéias alheias, conversação entre sorrisos e lágrimas, tudo contado de uma maneira gostosa e com uma pitada de bom humor por uma pessoa FELIZ!

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Blogagem Coletiva – INVEJA!!!


Este post faz parte da BLOGAGEM COLETIVA- SENTIMENTOS E EMOÇÕES da Glorinha do Café com bolo! Tema: INVEJA

INVEJA

O sentimento de inveja é um impulso que todo ser humano tem.
Poderíamos definir inveja como o “simples desejar o que é do próximo”.
Levando em conta apenas o material, o que se pode querer do outro, naquilo que achamos que seria melhor para nós, que não serve para o outro. Que achamos não ser do seu merecimento. Um desejo de posse, apenas.

Falo do material, porque nunca ninguém ouviu que alguém desejasse do outro o seu bom caráter, sua honestidade, o seu lado trabalhador, honesto, sensível, educado, gentil, muito menos sua humildade.
Isso seria uma inveja construtiva. Poderíamos querer ser como o outro em seus bons aspectos. Pena que o material fale mais alto.
Desejamos ter o carro do nosso vizinho, a casa dele, o salário, o jardim que é mais florido. Há, é claro também, a inveja do perfeito em relação à beleza de corpo, de rosto, cabelos, etc.
Ela pode aparecer quando se está com a auto estima baixa em relação à vida e expectativas, e isso pode ter efeitos colaterais terríveis para quem o faz em exagero.
Quando chegamos a esse ponto, estamos sendo destrutivos, pensando no que o outro possui e não no que poderíamos ter. Vivemos, então, insatisfeitos, pois estamos sempre desejando e valorizando o que é do outro, nunca o que é nosso.
Esquecemos que poderemos ter sim, se procurarmos saber “o como” aquilo foi conseguido e pensar no “eu quero”, de outra forma, ou seja, um “como eu pretendo ter”.
“Um dia vou ter uma casa como aquela”. – sei que trabalhando e com esforço posso conseguir. A força do desejo pode ajudar.
“Quero ter um carro como aquele.” – sei que economizando, vou possuir.
“Quero o cargo do meu chefe.” – preciso estudar, adquirir conhecimento e sem sobressaltos, mas de degrau em degrau, posso chegar lá.
Quando chegamos a ponto de desprezar o que achamos melhor ou de maior valor que o outro tem, começamos a nos destruir.
Nosso pensamento passa então a ter idéias de “como” e “por quê”.
- Como ele tem o melhor cargo se eu sou melhor que ele?
- Por que ele tem a melhor casa se eu trabalho tanto e não consigo?
- Como será que ele comprou outro carro novo?
- Por que o jardim dele está mais bonito, se eu uso os melhores adubos e até tomei o jardineiro dele?
- Como será que ele consegue viajar todo ano?
Então produzimos malefícios ao nosso cérebro e começamos a imaginar coisas ruins e fazermos um juízo próprio do outro.
- Aí tem coisa...
- Eu trabalho, ele tem emprego...
- Desonesto é assim, tem tudo...
- Não faz nada naquele emprego e consegue tudo...
- Aquele é um “puxa-saco”...
Pensando essas e outras coisas, estaremos destruindo a nós mesmos.
- Conhecemos tão bem a pessoa para formarmos tais conceitos sobre ela?
- Sabemos o quanto ela estudou, trabalha, se esforça, economiza e é bom para ser merecedor?
Com certeza não!
E com maior certeza não merecemos a amizade dessa pessoa por mais que ela tente ser gentil, porque sempre tomaremos isso como falsidade.
Sempre encontraremos algo que não temos nela e que, certamente em nós poderia ser muito mais aproveitado.
Seria muito bom se todos nós tivéssemos inveja. Essa inveja que nos tornaria melhores do que achamos que somos.
Que todos nós, procuremos sempre, desviar nosso foco para nossas metas e nossos objetivos pessoais, e assim estaremos fazendo com que a inveja trabalhe a nosso favor.
Que ela nos seja um excelente motivador de conquistas!

Bjs no coração!

41 comentários:

Nilce disse...

Oi, pessoal

Olha as crendices: sexta-feira, 13 do mês de agosto. rsrs. Para mim um dia normal e véspera de um belo final de semana, com muito frio. UI!

Bjs no coração!

Nilce

Isadora disse...

Nilce, infelizmente em algum momento de nossas vidas sentimos inveja. Não acho de forma alguma um sentimento bom e não creio também em inveja branca.
O pior malefício da inveja é desejar ter o que o outro tem, mas querendo que o mesmo deixe de ter. Isso para mim é o fim.
Podemos sim, ao olhar para uma pessoas e vermos o quanto ela progrediu ou avançou pensarmos que podemos também chegar lá, mas nada nessa vida é sem esforço ou dedicação.
A inveja para mim é um sentimento a ser combatido, pois corrói a alma do invejoso, lhe causado danos.
Um beijinho

Beth/Lilás disse...

Oi, Nilce!
Ficou muito boa sua explanação sobre este sentimento humano.
Disse muitas verdades e devemos estar atentos para que nossas mentes não se atormentem com estes pensamentos, não fazem bem e não nos ajudam a crescer.
um beijinho carioca

Glorinha L de Lion disse...

Nilce, minha amiga, falamos a mesma coisa! Amém que alguém saiba que é do ser humano ter todos os sentimentos "humanos" Não podia dar em poste, como dizia a minha mãe! Mas me irrita ver gente se dizendo incapaz de invejar nada nem ninguém! Me poupe...é mentira. Falei sobre isso lá no blog...e gostei do que vc falou sobre o desejo da inveja ser sempre sobre bens materiais...ninguém inveja a retidão ou o caráter de outro pq todo mundo se acha reto e com um caráter impoluto! É isso exatamente o que me exaspera nas pessaos...hellooouuu! acorda gente, se olha no espelho, please? Adorei amiga, pensamos igualzinho. beijão!

António Rosa disse...

Olá

É verdade, mesmo. A inveja só cai em coisas materiais.

Gostei muito.

Beijos

ELA disse...

Olá, Nilce!

Fofo seu comentário no meu texto... Tão delicado! Obrigada. Entendi sua colocação e acho que se talvez você tivesse escrito aquilo que me escreveu aqui no seu texto, cairia muito bem.

Você fez um bom post, bem trabalhado, com muitos exemplos e todos exemplos que conhecemos bem. Bem lembrou que não se invejam as qualidade pessoais alheias. Muito bom, gostei! Mas o fato é que, como você mesma reconhece no texto, temos significados diferentes para o sentimento de inveja. Isso pra mim gera uma grande confusão, por isso gostei de saber que o Zuenir definiu bem o termo. Confio na definição dele e, nesse sentido, pra mim é impossível admitir a inveja como algo positivo.

Mas humano é. E será sempre, claro. Somos cheios de defeitos... Sentimentos que atrapalham as relações humanas saudáveis, mas existem. O sábio é o que percebe, admite e tenta contornar isso.

Um grande abraço e mais uma vez obrigada pelo carinho!

Michelle Siqueira

Meri Pellens disse...

A inveja, mesmo a boa, também acho um pouco ruim, pois vamos à luta apenas para tentar nos igualar a quem invejamos, enquanto o bom mesmo é ir à luta por nossa própria vontade de progredir.
Excelente seu post, amiga.
Beijos na alma!

Meru Sâmi disse...

Oi, Nilce
Gostei de como ficou claro que, inveja só pode ser perniciosa, porque pauta-se somente em coisas efêmeras. Ninguém tem inveja dos reois valores que o outro tem. Aliás, estes nem são notados, pois não entram na cotação do mercado.
Como disse a amiga Glorinha:"...(e) quem nunca sentiu...?

- Ah, preciso fazer uma correção. Sheila é a autora do texto, mas não sou eu. Eu assino VSL, OK!

bEIJOS.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Olha que dez essa postagem. Como vc disse, pq ninguém inveja a bondade, o bom coração, o lado gentil do outro?
Pq o que é material, invejado é!

Excelente, Nilce!
bjs e bom dia

Sonia Beth disse...

Bom dia, guerreira.
Infelizmente é assim mesmo...o pior que a inveja é insaciável e tira a paz de qualquer um.
obrigada linda

Misturação - Ana Karla disse...

Nilce texto riquíssimo e inteligente.
Sem mais.
Xeros e bom final de semana.

Astrid Annabelle disse...

Olá Nilce!
Belíssimo comentário deixou lá no meu post...muito obrigado!
Aqui suas palavras apenas mostram a desumanidade desse sentimento...As pessoas infelizmente são educadas para focar no externo quando o certo seria andar de acordo com o coração...
Lindo post, bela participação.
Astrid Ananbelle

Tati Pastorello disse...

OI Nilce, o sol chegou por aqui, mas não inveje... hehehehe
Concordo em muitas coisas com você, mas não consigo achar a inveja boa nunca! Quando ela me aflige, eu rezo, peço pela pessoa, e para que me Deus me afaste estes pensamentos, mesmo que seja este tipo de inveja que não quer destruir o outro. Acho que este eu nunca tive, se tive, não registrei... Mas não gosto de sentir esta comparação. É sempre ruim. Somos quem somos, somos diferentes, e isso nos faz únicos e especiais!
Beijos.

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Que assim seja Nilce!
Nada como trabalhar bem a nossa sombra não é mesmo? Gostei muito do que li.
Quero agradecer a sua visita no meu cantinho, muito obrigada pelo carinho.
Beijinhos.

Flores e Luz.

Socorro Melo disse...

Oi, Nilce!

Seu texto nos leva a várias reflexões.
Que temos nossas invejas, isso temos, mas, que elas sejam apenas pra nos motivar a procurar realizar nossos desejos, e não para nos sentir mal com a felicidade do outro. Bom seria se invejássemos as virtudes alheias, como você bem lembrou.

Beijos, amiga!
Socorro Melo

Lu Souza Brito disse...

OI Nilce,

Se tivessemos a inveja construtiva o mundo seria bem melhor né?
Eu sempre digo ao meu marido que invejo a sua generosidade e seu senso de justiça. Mas nao desejo que ele nao o tenha, pelo contrario, tento corrigir minhas imperfeições para também ser alguém melhor.

E como você disse, devemos cuidar dos nossos pensamentos e nao alimentá-lo com pensamentos e sentimentos negativos.
Um grande abraço

Cigana do Oriente disse...

Bom dia Nilce, acho que me identifiquei com você pelo seu jeito espontâneo, afinal são poucas as pessoas que sabem ser assim
Adorei a ilustração que colocou para a postagem
Daqui alguns dias postarei uma matéria sobre elementais negativos, inveja, ódio, preguiça, luxúria, enfim, é um tema muito interessante e vai ajudar as pessoas a entender melhor como tudo isso funciona.
Eu "hoje" classifico esse sentimento como objetivo a conquistar.
Sempre penso em ter melhores qualidades em mim e quando as vejo em outras pessoas meu objetivo é um dia ser como ela, pois tudo está ao nosso alcance, basta buscar.
Adorei a sua abordagem sobre o tema, parabéns!
Beijos em seu coração!

orvalho do ceu disse...

Olá, Nilce
A VERDADE nos liberta...
Tenhamos ótimo dia e reflexão com essa sugestão da Glorinha!
Bjs e serenidade para discernir...

Taia Assunção disse...

Oi Nilce, seu texto ficou bastante pertinente. Mas não acredito que a inveja possa ser motivadora. Não é só o fato de desejar o que é do outro, mas também de desejar que ele não o tivesse. Isso é medonho. Se cada um gastasse suas energias em seus próprios problemas e resolução deles o mundo seria mais tranquilo né não?! Beijocas!

Jaque Gonchoroski ઇ‍ઉ disse...

Amiga, gostei do seu texto, principalmente quando fala da inveja construtiva. Acredito sim que a inveja material prejudique muito, principalmente quem a tem. Lutar para conseguir as coisas é muito melhor do que ficar lamentando.

Uma bela sexta feira pra você minha querida!
Beijos :)

Eliane disse...

OI Nilce obrigado por suas visitas constantes. Quanto a inveja. Assunto difícil tenho também mas procuro sempre transforma-la em incentivo.Vc abordou o tema de uma forma muito esclarecedora gostei!!!!
Sesta feira 13 dia de muita sorte e sem inveja a todos nos. Um beijão da Eliane.

Denise disse...

Olá minha querida, td bem?
Adorei o post, muito bem colocado as palavras!
Que tenha um ótimo dia e bom fds!
Bjinhos

HSLO disse...

É preciso saber até sentir e ter cuidado com a inveja boa...viu.


abraços

Hugo

Liza Souza disse...

Nilce, adorei a forma como voce escreveu sobre o tema. Voce tem razao, ninguém inveja bondade, amor, bom coracao. As pessoas querem mesmo é acumular bens e ter status.
Beijos

Kelly disse...

kkkkk eu adorei a tirinha ilustra muito bem o que é esse sentimento horrível, beijos

Cantinho She - Sheila Mendonça disse...

Adorei tudo, mas ameeeeeei a ilustração, ficou perfeita! (rsrs)
Beijo, beijo e SHEirinhos!
She

ONG ALERTA disse...

O ser humano nunca esta satisfeito com sua vida infelizmente, mas um dia talvez aprenda, paz.
Beijo Lisette

Renata disse...

Olá Nilce,

Boa tarde!

A inveja, o "pecado" que já nasceu com a humanidade,e nós como homens que somos dela não estamos de todo livres...

Tenho achado essa blogagem muito interessante, quantos pontos de vista diferentes à respeito de um mesmo tema!

Obrigada pela visita,
Abraço,
Renata

ValeriaC disse...

Minha florzinha muito legal suas palavras...você mostrou muito bem o quanto ter inveja é lamentável...
Que seja doce o seu final de semana amiga!
Beijinhos...
Valéria

Lúcia Soares disse...

Nilce, bem colocado que não invejamos o bom caráter, a alegria, a paz, a solidariedade do outro.
Invejamos o que é efêmero, que podíamos ter sem cobiçar o do outro, e que muitas vezes desprezamos assim que conquistamos.
Acho que estamos falando mais em desejos do que em inveja.
A inveja faz matar, corrói a alma, é perniciosa. Deseja-se o mal da pessoa, deseja-se que ela fique sem o bem que cobiçamos.
Não é inveja o que me leva, por exemplo, a querer ter uma roupa, um carro, uma casa, igual à do outro. É apenas desejo de ter. Se além de desejar ainda queremos que a pessoa perca tudo o que tem, se esborrache com o carro, etc, aí é a mais cruel inveja.
Vivmos bem, tenhamos confiança em nós e a inveja não nos ameaçará nunca!
Beijo e bom fim de semana!

Deia disse...

Oi Nilce! A inveja e um sentimento menor mesmo! Nao nos impulsiona a melhorar, nao nos abre alternativas... Faz-nos um mal... Terrivel! Eu acho que " inveja positiva" e um outro jeito de falar de admiracao, determinacao, superacao e outros sentimentos nobres. Por isso, minha amiga, nao consigo juntar a palavra inveja com nenhum adjetivo de carater bom! Rsrsrs! Temos outros sentimentos, por que nao darmos credito a eles? Um beijao, Deia.

G I L B E R T O disse...

Nilce

A imagem que escolheste para ilustrar o texto é perfeita!

Parabéns!


gilberto (nel mezzo del cammim)

Bombom disse...

Viva, Nilce! Gostei muito do que disseste, embora não esteja de acordo com algumas opiniões. Mas quem sou eu, tal como dizia à Glorinha, para dizer que vocês não têm razão? Eu concordo que a Inveja se instala quase sempre em relação a bens materiais, mas acho que a maior parte das vezes confundimos Inveja com Desejo. E aí está o (meu) "pomo da discórdia! Deixei lá no Meu Estaminé uma resposta aos vossos comentários. Obrigada pela tua visita gostosa! Bjs. Bombom

Angélica disse...

Oii! Adorei conhecer o seu blog, voltarei mais vezes. :)
Bjsss!

Amica Philosophiae disse...

O mais incrivel é ver como a inveja ultrapassa o que é material!!
Um abraço

Bordados e Retalhos disse...

Nilce acho que esse tema foi um dos mais polêmicos da blogagem até agora. Sentimento ruim, difícl de aceitar. Traz medo também pra algumas pessoas. Confesso que nem tenho medo da inveja dos outros, acho que Deus é maior. Mas tenho muito medo da inveja que pode se instalar no meu coração. Bjs

diariodumapsi disse...

Ei Nilce,
Algumas pessoas são como vampiras que se utilizam do que outro. Não conseguem conquistar sua própria felicidade! Mas fico com sua última frase: Que ela seja um ótimo motivador de conquistas!
Que os anjos digam amém!
Bom final de semana
Gd beijo

Luma Rosa disse...

A imagem que usou além de muito engraçada, demonstrou também o sentimento de inveja - mas no meu modo de pensar, as pessoas sentem inveja também do modo de ser das outras pessoas, principalmente da inteligência e simpatia. No passado, pessoas foram invejadas por serem sublimes, como Gandhi, veja o que ele deixou escrito:

A oração salvou-me a vida. Sem a oração teria ficado muito tempo sem fé. Ela salvou-me do desespero. Com o tempo a minha fé aumentou e a necessidade de orar tornou-se mais irresistível... A minha paz muitas vezes causa inveja. Ela vem-me da oração. Eu sou um homem de oração. Como o corpo se não for lavado fica sujo, assim a alma sem oração se torna impura.

Macá disse...

Olá Nilce
Só agora estou conseguindo chegar em alguns blogs, desculpe.
Amei o seu post e a imagem então! Você escolheu direitinho.
Mas o fato é que sentimos inveja mesmo. Ainda bem que é a inveja construtiva, pois queremos também aquilo que o outro tem e não aquilo que ele tem. Se fosse assim, já pensou que horror seria o mundo?
Pena é que existem pessoas assim, e devem sofrer muito com isso.
um beijo

disse...

Olá Nilce!!!Como vc tá? Vejo tanta ausência na inveja, sempre querendo, desejando o alheio. Lamento que exista. Bjos e tudo de bom.

Manuela Freitas disse...

OLá Nilce,
Óptimo o que escreves sobre a inveja, que de facto passa por todos, de uma forma normal ou doentia.
A inveja não surge só pelo aspecto material, na minha opinião surge por qualquer coisa, até muito mesquinha, assim como considero que há pessoas que se dão mais à inveja do que outras.
A inveja de facto no aspecto positivo, pode nos fazer crescer, tudo tem os seus prós e contras.
Beijinhos e um grande abraço,
Manú