Minha infância, minha vida, meus amores e dores; minhas idéias e meus ideais; idéias alheias, conversação entre sorrisos e lágrimas, tudo contado de uma maneira gostosa e com uma pitada de bom humor por uma pessoa FELIZ!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Morrer é preciso!


 
Nós estamos acostumados a ligar a palavra morte apenas à ausência de vida, e isso é um erro.
Existem outros tipos de morte e precisamos morrer todo dia.
A morte nada mais é do que uma passagem, uma transformação. Não existe planta sem a morte da semente, não existe embrião sem a morte do óvulo e do esperma, não existe borboleta sem a morte da lagarta, isso é óbvio! A morte nada mais é do que o ponto de partida para o início de algo novo.
“É a fronteira entre o passado e o futuro…”
Se você quer ser um bom universitário, mate dentro de você o secundarista aéreo que acha que ainda tem muito tempo pela frente.
Quer ser um bom profissional?
Então mate dentro de você o universitário descomprometido que acha que a vida se resume a estudar só o suficiente para fazer as provas.
Quer ter um bom relacionamento?
Então mate dentro de você o jovem inseguro, ciumento, crítico, exigente, imaturo, egoísta ou o solteiro solto que pensa poder fazer planos sozinho, sem ter que dividir espaços, projetos e tempo com mais ninguém.
Quer ter boas amizades??
Então mate dentro de si a pessoa insatisfeita ou descompromissada, que só pensa em si mesmo.
Mate a vontade de tentar manipular as pessoas de acordo com a sua conveniência.
Respeite seus amigos, colegas de trabalho, vizinhos.
Enfim, todo processo de evolução exige que matemos o nosso “eu” passado, inferior.
E, qual o risco de não agirmos assim?
O risco está em tentarmos ser duas pessoas ao mesmo tempo, perdendo o nosso foco, comprometendo essa produtividade, e, por fim, prejudicando nosso sucesso.
Muitas pessoas não evoluem, porque ficam se agarrando ao que eram, não se projetam para o que serão ou desejam ser.
Elas querem a nova etapa, sem abrir mão da forma como pensavam ou como agiam. Acabam se transformando em projetos acabados, híbridos, adultos infantilizados.
Podemos até agir, às vezes, como meninos, de tal forma que não matemos as virtudes de criança que também são necessárias a nós, adultos, como: brincadeira, sorriso fácil, vitalidade, criatividade, tolerância etc.
Mas, se quisermos ser adultos, devemos necessariamente matar atitudes infantis, para passarmos a agir como ADULTOS.
Quer ser alguém (líder, profissional, pai ou mãe, cidadão ou cidadã, amigo ou amiga) melhor e mais evoluído?
Então, o que você precisa matar em si, ainda hoje, é o “egoísmo” e o “egocentrismo”, para que nasça o SER que você tanto deseja ser!!
Pense nisso e morra! Mas,….não esqueça de nascer melhor ainda!
Fernando Pessoa 


Bjs no coração!

58 comentários:

Vivian disse...

Bom dia,Nilce!!

Fernando Pessoa possuía uma sabedoria totalmente a frente de seu tempo, hoje em dia que o conceito de morte tem algumas mudanças( pela literatura espírita), ainda assim é bem difícil vermos alguma mudança nos comportamentos...
O texto é lindo e bem verdadeiro, morremos todos os dias, é impossível evoluir e manter o comportamento antigo...se desfazer dos conceitos velhos para abrir espaço para o novo! É renascer!
Assim como acredito que é morte física...a alma é imortal...a morte é apenas uma passagem, como as que vivenciamos todos os dias na vida!!!
Que maravilhoso este texto para começar a semana!!!Uma idéia iluminada Nilce!!
Beijos pra ti!
Bom início de semana!

Andréa disse...

OLÁ AMIGA, BOM DIA!
É MUITO BOM COMEÇAR A SEMANA COM ESTE LINDO TEXTO, ÓTIMO PRA REFLETIR.

TENHA UMA ÓTIMA SEMANA, SUCESSOS SEMPRE!
BJS, ANDRÉA.......

Anônimo disse...

Aprender a viver é não deixar que aquilo que nos acontece ou à nossa volta interfira com o fundo de nós mesmos. É acreditar em nós para lá das carências que temos, para lá das nossas contradições mais dilacerantes. Para isso temos de manter sempre uma certa distância em relação a tudo. É o que dá consistência de eternidade à própria vivência do transitório

pensandoemfamilia disse...

Oi Nilce
Berla homenagem ao niver deste eterno grande poeta.(123 anos)

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Um texto muito pertinente bem ao jeito de Pessoa cujo aniversário perfaz hoje 123 anos.`´E belo pelos princípios que transmite, pela moral que passa e pela estética que nos deixa ususfruir. Bjs

Lívia Azzi disse...

Viver é amor-te-cer: enaltecesse o movimento dos versos que se movem em minha alma e em meus atos que se transformam – matam, morrem e renascem com outros brilhos e cores – um outono à espera da primavera.

Bela homenagem ao brilhante, amado e eterno poeta Fernando Pessoa!

Carinhos e beijos, Nilce querida!

✿ chica disse...

Fernando Pessoa é maravilhoso e escolheste muito bem! Beijos,ótima semana,tudo de bom,chica

Anne Lieri disse...

Nilce,tem razão!Ao matar o que fomos no passado renascemos com muito mais força e melhores!Linda msg!Bjs e boa semana!

William Garibaldi disse...

Nosa que lição! Mais um texto que vc posta aqui que vai pra minha geladeira pra eu bater oso olhos e lembrar!

Bjus amiga guerreira!

Uma Preciosa semana pra ti!

Lúcia Soares disse...

Nilce, morremos um pouco, a cada dia, certamente.
E deixamos morrer em nós diversas atitudes, alguma até boas, mas que circunstâncias nos fazem deixar pra trás. Devíamos deixar morrer os maus sentimentos, a língua dura, a falta de crença num amanhã.
Bom ler você, mesmo através de um texto alheio, mas escolhido com carinho e destinado a nos abrir os olhos.
Beijo e boa semana!

Turquezza disse...

Adoro Fernando Pessoa! Coloquei um texto dele hoje no meu bloguito.
Morte para mim é transformação .... e sempre para melhor.
Lindo dia para você. Beijos.

Fernanda disse...

Querida Nilce!

Mais um texto do grande Fernando Pessoa que deveria ser lido por toda a gente e bem interpretado.

Boa semana amiga e espero que tudo se resolva com a net.

Beijão

Evanir disse...

Hoje mais uma vez com uma colinha
até ficar bem e poder digitar
a vontade sem sentir dor
nos meus dedinhos.
Nem por isso deixarei de
me fazer presente a cada amizade
para mim tão sagrada.
Deus abençoe sua semana ..
beijos no coração..Evanir..
Te Amo..Te Amo...

Iram M. disse...

Oi minha amiga,
que texto direto. Estou precisando matar esse ser compromissado dentro de mim para que venha um mais tranquilo para começar a trabalhar. Que bom te ver por aqui, lindinha.
Beijos

Iram M. disse...

Oi minha amiga,
que texto direto. Estou precisando matar esse ser compromissado dentro de mim para que venha um mais tranquilo para começar a trabalhar. Que bom te ver por aqui, lindinha.
Beijos

Iram M. disse...

Oi minha amiga,
que texto direto. Estou precisando matar esse ser compromissado dentro de mim para que venha um mais tranquilo para começar a trabalhar. Que bom te ver por aqui, lindinha.
Beijos

Jaque ઇ‍ઉ disse...

Texto perfeito amiga!
Muitas verdades aí... Precisamos repensar algumas coisas.

Como você está?!
Beijo!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

tudo que nasce morre. é tão óbvio mas quem diz que a gente bota isso na cabeça né Nilce...a gente quer que tudo (o que é bom) seja eterno.

muito bacana esse texto do Fernando Pessoa. Que aprendamos a lidar com a finitude de tudo, inclusive a nossa.

e sim, matar esse monte de coisa tosca que carregamos em nosso ser.

Nilce, ai tá frio, eu vi agora o pinguim hahaha.

aqui tá calor, mas tá bafento, chovendo mto

bjs bom dia, minha querida amiga

Maria Luiza disse...

Oi Nilce
Esse texto de Fernando Pessoa é ótimo! Nos faz refletir sobre os nossos conceitos. Bom seria se pudéssemos matar todo e qualquer preconceito existente por circunstâncias que nos obrigam e nos cobram a todo momento. E, renascer uma pessoa melhor...
Uma ótima semana para você.
Bjos

Alexander disse...

Olá, Nilce.

Interessante esse texto, concordo plenamente com ele, aliás, como disse o mestre: "é morrendo que se vive para a vida eterna". Já nascemos morrendo, nossas células morrem e se renovam a cada instante, e a vida não existiria se não existisse a morte...

Beijos e grato pela passagem no Caleidoscópio.

Valéria disse...

Oi Nilce!
Que bela homenagem! Escolheste bem!
Também postei sobre ele.

Beijão e ótima semana!

Estou sentindo sua falta, de suas visitinhas! rsrs

Yasmine Lemos disse...

Nilce, Pessoa hoje é o rei da blogosfera,sábio e eterno.Que sempre renasça em nós uma nova alma do bem
beijão

Sônia Cristina disse...

Oi Nilce,
Fernando pessoa é Sábio.
Quem derá se 10% das pessoas colocassem em prática esse seu post.
É muito forte esse texto.

Paz e Luz!

Gilmara Wolkartt disse...

Ei Nilce!
Que maravilha esse texto de Fernando Pessoa. Você nos presenteou com um excelente leitura e uma bela reflexão.
De fato para sermos uma pessoa melhor precisamos matar o que nos atrapalha nesse processo.
Boa semana
gd beijo

Andréia Borba disse...

Olá! Minha primeira visita ao seu blog. Gostei muito daqui!
Lindíssimo texto!
Quem dera pudessemos sempre matar o que há de ruim em nós e constantemente renascer pessoas melhores...
Bjs querida!
Déia

LILIANE disse...

oi Nilce....

todos nós precisamos passar pela experiência da morte, mas é tão ruim.
Eu detesto morrer... ai, pra ser bem sincera, queria abraçar o mundo com as pernas, e isso é uma atitude infantil.

Então, o jeito é ir percebendo os cutucões que a vida nos dá , né.

tia Nilce...espero que meu bilhetinho leve o meu carinho e coloque em seu rostinho um sorriso leve e feliz.
beijos

Valéria disse...

Oi Nilce!
Vim te fazer um carinho!
Tem um selinho para você em meu blog!
Beijo!

orvalho do ceu disse...

Olá,
Venho convidar-lhe para o meu post do dia 15 onde participamos um número considerável na BCFV em que debateremos a JUVENTUDE...
Participe vc também!!!
Seja sempre muito bem vindo(a)!!!
Bjs de paz
http://espiritual-idade.blogspot.com/

ValériaC disse...

Que texto mais maravilhoso Nilce... a vida pede constantes transformações, ou seja, temos que matar alguns aspectos para darmos lugar a outros, e assim vamos evoluindo dia a dia...
Boa noite minha querida....beijinhos...
Valéria

Néia Lambert disse...

Como não concordar com cada palavra desse texto? que grande sabedoria a do Fernando Pessoa!

Beijos

Luma Rosa disse...

Fernando Pessoa era um homem consciente e não sabemos ao certo o porque de algumas pessoas não sairem do estado de inconsciência, talvez proteção? Encarar os próprios erros e tentar repará-los seria gastar muita energia à troco de receber de volta uma pessoa que ela não gosta. Sim, quem foge da responsabilidade da vida é porque não se gosta, não tem ânimo para melhorar, não vê na vida nenhum atrativo e prefere a morte, morte aos gametas!!
Boa semana! Beijus,

Vivian disse...

Bom dia,Nilce!!

Vim deixar um beijo e meu carinho!!
Bom restinho de semana!!
Beijos!

Élys disse...

Um texto muito bom, como sempre de Fernando Pessoa. Precisamos olhar que na vida tudo se transforma e nada se finda.
Beijos.

Palavras Vagabundas disse...

Nilce,
a carta do Tarot do Enforcado, tem exatamente esse siginificado! Mudança de vida, de rumo, de espectativa.
Fernando Pessoa é sempre sábio.
bjs
Jussara

Kelly disse...

Oi querida, ando em dívida contigo, não consigo ainda visitar todos os blogs amigos, hoje até entrei no msn pra ver se te encontrava, mas fica para próxima e ai te coloca a par de tudo. beijos

Roberta Maia disse...

Nossa, texto muito bem escolhido!!!
Renascer é necessário e para isso é preciso "a morte", Deixar tudo para trás e renovar!!!

Lindo Texto!!
Paz e Luz!!!

Zé Carlos disse...

Nilce, seu Blog é ótimo e você uma menina linda.... Bjs do ZC

Zé Carlos disse...

Obrigadão pela visita e pelas palavras menina linda. Vc é demais.
Bjs do ZC

William Garibaldi disse...

Amiga linda, manda e-mail pra mim!

Vim te convidar pro aniversário de um ano do Versos de Fogo amanhã! Vem pra festa!

Bjus agradecidos!

Beatriz disse...

Oi Nilce, que bela escolha este texto de Pessoa!
Não queria matar muita coisa não, só aquela preguiça que teima em se apoderar de mim nesses dias tão friozinhos......Xô!
Beijinhos
Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

Lulú disse...

Olá Nilce.
Adorei sua postagem. Fernando Pessoa
é especial. E este texto nos dar muito o que pensar.
Beijo
Maria Luiza (Lulú)

Esplendor da Criação disse...

Olá querida!
Como é verdadeiro este texto, precisamos sempre abrir espaço para que um novo ser renasça. E nós bem sabemos disso, não é mesmo?? Deixei um selinho pra vc lá no blog, se puder passa lá ok? Um bom fds, bjs.

Parole disse...

Estava com saudades de te ler e adorei o texto, querida!Muito, muito bom!

Como diz o ditado:

Não dá para fazer omelete sem quebrar (matar) os ovos!Mas é muito melhor a omelete que o ovo cru.rs

Beijinhos e ótimo domingo.

Ps: Seus gatos são lindos! Adoro gatos, tenho 3.Um deles é igual ao seu Mel Gibson.

Mariazita disse...

Olá, Nilce
Excelente reflexão de Fernando Pessoa.
Deste autor outra coisa não seria de esperar...

Bom fim de semana. Beijinhos

Leila Brasil disse...

Nilce do céu! bom refletir com você e com Pessoa . Tranformar é preciso .
Necessário
Oportuno
Interessante "passar de ano" frente às lições da vida. Progredir e ir para a frente

Beijos , amore

Socorro Melo disse...

Olá, Nilce!

Taí! Gostei dessas mortes. Aliás, elas são necessárias. Se não nos desapegarmos do passado, fica difícil passar para a nova etapa com os resquícios anteriores.

E como vai Rafaella?

Beijo grande
Socorro Melo

♥ κєκєl ♥ disse...

Senhor...que eu possa morrer no sono para renascer no primeiro raio de sol...mais forte, mais madura, mais humana.
Lindo o seu texto.

Beijos e bom fim de semana.

Tabeteimasu - Denise disse...

Olá minha linda! Que saudades!!!
Linda postagem, mostra o lado positivo da morte, que nem sempre faz parte do lado triste e sombrio. Ótima homenagem ao Fernando Pessoa!
Um beijão, tenha uma ótima semana!

Beta disse...

Olá querida! Hoje venho te visitar por uma causa mega importante!
Esperamos você no Caminhar para conhecer nossa campanha, ok?
Passa lá: http://precisocaminhar.blogspot.com/2011/06/ela-doa-seu-amor-para-as-criancas.html

Bj
beta

July disse...

Gosto muito dos escritos de fernando pessoa, quando estive em portugal fiz questao de tirar uma foto com a estátua desse grnade pensador. Bjs

Zé Carlos disse...

Olá linda guerreira, você é um encanto que alegra o Blog e a vida dos blogueiros visitantes. Parabéns, bjs do ZC

Elisabete Lira disse...

Seu blog é muito interessante...
Estou te seguindo.... Tenha um Lindo Dia!
Siga meus Blogs: http://cartasdeumcoracao.blogspot.com/
E http://deusemminhaalma.blogspot.com/

Macá disse...

Nilce
Que texto mais lindo! Amei e até repassei para meu filho.
Você também está sumida assim como eu? Está tudo bem?
Voltei ontem das minhas férias e estou tentando voltar a ser adulta novamente. Tá difícil viu?
beijos

Carlos Leite disse...

Bem, de facto, não há vida sem morte!
Adorei a sua observação e, a forma como vê a morte. "Uma passagem"... Uma simples mudança. Bem, que palavras... A sua forma de encarar isto é fenomenal. Obrigado por partilhar. Se me permitir gostaria de seguir o seu blog.

Atenciosamente,
Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com

Carlos Leite disse...

Não conhecia este excerto, apesar de adorar Fernando Pessoa! Obrigado, mais uma vez, por o partilhar :)