Minha infância, minha vida, meus amores e dores; minhas idéias e meus ideais; idéias alheias, conversação entre sorrisos e lágrimas, tudo contado de uma maneira gostosa e com uma pitada de bom humor por uma pessoa FELIZ!

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

O valor de uma dona de casa.



Um homem chegou a casa, após o trabalho, e encontrou os seus três filhos brincando do lado de fora, ainda vestindo os pijamas.
Estavam sujos de terra, cercados por embalagens vazias de comida entregue em casa.
A porta do carro da sua esposa estava aberta.
A porta da frente da casa também.
O cachorro estava sumido, não veio recebê-lo.
Enquanto ele entrava em casa, achava mais e mais bagunça.
A lâmpada da sala estava queimada, o tapete estava enrolado e encostado na parede.
Na sala de estar, a televisão ligada aos berros num desenho animado qualquer, e o chão estava atulhado de brinquedos e roupas espalhadas.
Na cozinha, a pia estava transbordando de pratos; ainda havia café da manhã na mesa, a geladeira estava aberta, tinha comida de cachorro no chão e até um copo quebrado em cima do balcão.
Sem contar que tinha um montinho de areia perto da porta.
Assustado, ele subiu correndo as escadas, desviando dos brinquedos espalhados e de peças de roupa suja.
- Será que a minha mulher passou mal? - pensou.
- Será que alguma coisa grave aconteceu?
Daí viu um fio de água correndo pelo chão, vindo do banheiro.
Lá encontrou mais brinquedos no chão, toalhas ensopadas, sabonete líquido espalhado por toda parte e muito papel higiênico na pia.
A pasta dos dentes tinha sido usada e deixada aberta e a banheira transbordando água e espuma.
Finalmente, ao entrar no quarto de casal, ele encontrou a mulher ainda de pijama, na cama, deitada e lendo uma revista.
Ele olhou para ela completamente confuso, e perguntou:
- Que diabos aconteceu aqui em casa?
- Por que toda esta bagunça?
Ela sorriu e disse:
- Todos os dias, quando você chega do trabalho me pergunta: "Afinal de contas, o que você fez o dia inteiro dentro de casa?" 
Bem...Hoje eu não fiz nada, FOFO!!!!
Sentiu a diferença???
desconheço o Autor

Bjs no coração!



43 comentários:

Meri Pellens disse...

Pow, essa muito marido tinha que ler kk... ADOREI!
Beijos na alma, amiga!

LILIANE disse...

Nilce
Confesso que eu estava esperando um final trágico, com aquelas lições de moral que deixam até os anjos de boca aberta.
Mas fiquei sem ar, do mesmo jeito, rsrs
é pena que nem sempre as mulheres dão conta de não fazer nada, né?
beijinhos

Cris França disse...

hehehehe tomou! como diria os bichinhos da parmalat! rs

coloquei a foto Nilce, passa por lá. bjão

"(H²K) - Hamilton H. Kubo" disse...

A pura verdade não é Nilce, quem passa o dia fora não faz idéia dos afazeres que se encontra dentro de um lar, justamente para ser um lar...

òtima postagem.

Beijos!

Lúcia Soares disse...

Nilce, li agora o psot da Norma, falando de maternidade X trabalho da mulher fora de casa e falei que ia postar sobre o assunto, pois era o segundo texto que lia sobre isso, hoje. Agora, com o seu, são 3!
Mais de tardinha vou postar. Depois me "conta" se gostou!
beijo!

Michele disse...

Eu AMEI esse texto, Nilce!
Também esperava algum fim trágico, mas esse foi o melhor dos desfechos!

Meu marido sempre pergunta: "por que você limpa a casa todo dia? Espera ela sujar depois você limpa"! Assim, bem fácil e simples! Difícil é o homem entender que se a gente larga, piora pra nós depois, porque tudo se acumula, né? rss Qualquer dia espero mesmo ficar sujo (como se eu conseguisse...)!


Ah querida, estou curtindo muito a gravidez sim! Mas confesso que ela está demorando muito pra passar. Parece que estou grávida há um ano. E acho que nesse último trimestre, vai demorar ainda mais... Segura a ansiedade!!! hahaha

Beijos!

Nika disse...

kkkkkkkkkkk...perfeito né??..são pouquissimos filhos e maridos que dão valor as duplas ou triplas jornada que uma mulher tem que fazer, ser mãe, dona de casa, profissional , mulher...meu Deus se fossemos remuneradas estava ótimo.
bjs

Zé do Cão disse...

Pois é, eu às vezes sou o fachineiro e ela quando chega do trabalho diz que eu não faço nada e estou sempre agarrado ao computador. (Para que entenda Eu já sou "Jubilado" e ela ainda trabuca). a "Dona" não tem razão, porque às vezes, aí uma ou duas vezes no ano, compro um peixe grelho e quando ela chega está a mesa posta e tudo. Nessa altura cai nos meus braços.
Outras (aqui é muitas), quando ela está a chegar, digo-lhe:- Não guardes o carro que vamos jantar fora. Mas quando chegamos a casa está desarrumado, mas já não tem a coragem de dizer nada.
É tudo uma questão de estudar a companheira
abraço

Misturação - Ana Karla disse...

Tem marido que é assim mesmo.
Eu já fiz assim um dia(risos), mas não por meu marido merecer, mas por que estava cansada da rotina e não receber nem uma boa observação.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Boa tarde Nilce!

Xeros

Isa mar disse...

KKKKK, juro que pensei que tinha dado uma síncope na mulher e o marido ia encontrá-la estatelada depois de um ataque fulminante!
Muito boa essa, adorei!!!
Beijos em seu coração!

Cantinho da Cê disse...

Boa tarde Nilce,

Somos, além de donas de casa, mpresárias, funcionárias públicas, secretárias ou outra profissão digna. Acumulamos cargos e queremos ser perfeitas...e só nos dão valor quando faltamos...

Beijos e parabéns pela escolha,

Pepi disse...

Adorei, Nilce
É isso aí...
Uma boa tardinha
Beijinhos mil
Verena e Bichinhos

Mariazita disse...

Olá, Amiga
Infelizmente ainda são poucos os homens que apreciam o trabalho duma mulher dentro de casa.
Era bom que todos lessem este texto para aprenderam a dar valor ao que a mulher faz, e que, na maior parte das vezes, lhes passa despercebido.

Beijinhos

lolipop disse...

Pois é Nilcinha. a falta das coisas meuitas vezes só se sente na sua ausência...
Ser dona de casa, não é trabalho leve, não.
E sua gripe?
Tou torcendo pra ela dizer tchau!
CARINHOS MUITOS
bjo Nilcinha!

welze disse...

costumo falar que dona de casa tem plantão permanente. é isso aí. muita gente tem que ler esse post. ainda bem que não é meu caso.

Jaque ઇ‍ઉ disse...

Amiga, você e seus posts surpreendentes hahahaha

Muito bom mesmo. É incrivel como homem acha que é tudo fácil... mesmo limpando todo dia a casa, sempre está suja rs

Mas é muito bom manter a casa limpa, cheirosa. Huum me sinto uma super esposa assim kkk

Mas é bom quando tudo isso é reconhecido. Marido quando chega, nota o cheirinho bom e a casa limpa. E depois, enche de elogios... haha

P.S.: A M E I o seu email! kkkk 31 de outubro... vamos ver se dá certo rs

Beijos!

Denise disse...

Taí uma verdade que os homens não enxergam! É muito fácil chegar do trabalho cansado e ver a casa limpa!

Já estou vendo como vai ser quando estiver casada... kkkkkkk!

Bjinhos flor!

Gina disse...

Nilce,
Essa mensagem eu já conhecia, mas é sempre bom lembrar.
Amanhã tem novidade no blog.
Bjs.

Bia disse...

Boaaaaa! Dá sempre uma vontade imensa de fazer isso né amiga? Homem é folgado que só e ainda tem coragem de falar que dona-de-casa não faz nada. Aff!

Beijos e obrigada de coração pela mensagem de parabéns no meu Blog!

Isadora disse...

É Nilce, trabalho inglório e muitas vezes não reconhecido, ou apenas reconhecido quando se deixa de fazer.
Um beijo

Dama de Cinzas disse...

Boaaaa! eheheh... Eu não gosto de trabalhos domésticos por causa disso... É tudo muito trabalhoso e sem nenhum reconhecimento...

Beijocas

Luma Rosa disse...

Isto sim é querer impressionar o marido! Acho que ela fez sim algo durante o dia: bagunçou a casa! Porque valha-me Deus! Ou ela tem filhos pestinhas!! (rs*) Beijus,

Betty Gaeta disse...

Oi Nilce,
Adorei a história! é bem por aí mesmo!
Bjkas e uma ótima noite para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com/

lolipop disse...

Nilcinha,
Já postei seu selinho....vai ver.
BEIJOSSSSSSSSSSSSSSSSSS

ValeriaC disse...

Pra quem acha que dona de casa não faz nada...rsrsr...
beijinhos amiga...
Valéria

Macá disse...

Nilce
Já conhecia ese texto, mas foi tão bom lembrá-lo. E é verdade mesmo, os serviços de casa parecem não ser importantes (o que eles acham, claro). Eu, pelo contrário, dou muito valor a eles.
um beijo

ONG ALERTA disse...

Realmente não é fácil manter um lar em ordem, mas valorizar cabe a nós mesmas nos valorizarmos, beijo Lisette.

Luma Rosa disse...

Nilce, pode pegar todas as imagens que quiser! O selinho do meu amigo faz parte da chamada da blogagem coletiva. Se for postar, avisa a Sam que você postou. Tem o link no post, mas para facilitar você, aí vai http://www.samshiraishi.com/outubro-rosa-2010 - Vamos fazer essa mulherada se tocar!! (rs*) Beijus,

Michelle Lynn disse...

Ah que ótimo, Nilce!!!
Realmente são poucos que reconhecem o nosso valor! Um dia ainda faço isso, vamos ver no que vai dar... kkkkk

Obrigada pelo carinho no Motabilis, fiquei surpresa quando li seu comentário!!! Obrigada mesmo!!

Um grande e muito forte abraço,
Mi

Fátima disse...

Essa foi boa Nilce,
e é fato,pois o serviço de casa só se nota quando NÃO é feito.
Esse marido encheu o bule,gostei,rs.

Beijinho.

Beth/Lilás disse...

Ah, Nilce, o que acontece é que o trabalho da mulher em uma casa é invisível, ninguém nota, só quando deixamos uma calamidade como esta.
Mas, euzinha, não consigo ser assim.
beijocas cariocas

António Rosa disse...

Nile,

Genial.:)))

Eu sou dono de casa e sei bem o quanto custa.

Beijos.

António

Iram M. disse...

Nilse,

Já fiz algo parecido. E funcionou muito bem nos primeiros dias, depois relaxou. Acho que vou repetir a dose. Vc me deu uma boa ideia.

Beijos amiga

Iram

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

minha mãe fazia isso muito em casa, qdo meu pai dava uma de machista hahaha

e ainda fazia o véio arrumar tudo ahhaha
bom dia Nilce!

Priscilla Marfori... disse...

Adorei! Bem colocado perante os dias em que muitas mulheres vivem esse dilema, e você nos passou exatamente a importância que temos para os homens, mau sabem eles que precisam de nós pra muito mais coisas do que podem imaginar!
Abração.

JOANA CAMPOS disse...

Oi Nilce, vim lá da Giovana te visitar..conehcer seu blog, e gostei, vou ficar por aqui posso? tem um cantinho lá nos seguidores pra mim?

O Texto é ótimo...já conhecia, mas relí pra rir de novo.

PARABÉNS, por ter ganho o sorteio da Gio, as toalhas ficarm lindas, não?

Bjs

Joana Campos

Não me perder em minha vida disse...

Muito difícil não consigo comentar. Tenho medo de arrumar encrencar na casa que estou visitando e estou gostando, e não sei direito o nível de abordagem, só para me fazer entender "tudo isso é uma questão de genêro", abraços