Minha infância, minha vida, meus amores e dores; minhas idéias e meus ideais; idéias alheias, conversação entre sorrisos e lágrimas, tudo contado de uma maneira gostosa e com uma pitada de bom humor por uma pessoa FELIZ!

terça-feira, 8 de junho de 2010

Calor do Amor!













fonte imagem

Depois da chuva
O frio
Arrepio
Vento
Nojento
Vira meu cabelo
Me deixa com dores
Dissabores
Vou pra casa que delícia
Subo correndo as escadas
Meu canto
Cheio de encanto
Minha cama arrumadinha
Quentinha
Me espera meu amor
Teu calor
Me abraça, me aquenta
Meu corpo gelado
Agora suado
Se aquieta, se adoça
Em teus braços sorrindo
Dormindo
Sossego.

                                          by Nilce



Bjs no coração!

9 comentários:

Hamilton H. Kubo disse...

Olá, vindo retribuir sua visita.
E que bela poesia, poesia do lar.

Beijos.

*Comentários sempre respondidos em "Profundo Pensar"

Betty Gaeta disse...

Que poema lindo e romântico! É inspiração por causa do Dia dos Namorados?
Bjks e boa noite.

lolipop disse...

Nilcinha:
Vou voltar a dizer, vc tem mesmo que publicar um caderninho com seus textos! Este é lindo!
Ainda bem que gostou do Sakamoto...procura no Youtube pra ouvir mais dele se quiser...
BEIJOS E TERNURAS
PS Hoje já tá em dia de safari?

Marliborges disse...

Nilce,
Lindo poema, tu escreves muiiiito bem!! Gostoso de ler. Beijos geladoooos!!! (aqui tá um frio....)

Lilian disse...

Nilce querida!!!

É sempre delicioso e prazeiroso voltar pra nossa casa, e encontrar o amor nos esperando,melhor ainda!!!

Adorei seu poema!!!

Simples,mas muito natural e apaixonante!!!Palavras com sentimentos e verdades na dose exata!Parabéns!!!!

Bjks

Denise disse...

Adorei o poema!
Simples, direto, profundo... só assim pra aquecer nossos corações nesse friozinho de outono-inverno.
Bjs!